Estante,  Resenhas

Resenha: A Linguagem das Flores, da Vanessa Diffenbaugh

capa Linguagem das floresNOVA_15mm.indd

sinopse

A Linguagem das Flores – Victoria Jones sempre foi uma menina arredia, temperamental e carrancuda. Por causa de sua personalidade difícil, passou a vida sendo jogada de um abrigo para outro, de uma família para outra, até ser considerada inapta para adoção. Ainda criança, se apaixonou pelas flores e por suas mensagens secretas. Quem lhe ensinou tudo sobre o assunto foi Elizabeth, uma de suas mães adotivas, a única que a menina amou e com quem quis ficar… até pôr tudo a perder. Agora, aos 18 anos e emancipada, ela não tem para onde ir nem com quem contar. Sozinha, passa as noites numa praça pública, onde cultiva um pequeno jardim particular. Quando uma florista local lhe dá um emprego e descobre seu talento, a vida de Victoria parece prestes a entrar nos eixos. Mas então ela conhece um misterioso vendedor do mercado de flores e esse encontro a obriga a enfrentar os fantasmas que a assombram. Em seu livro de estreia, Vanessa Diffenbaugh cria uma heroína intensa e inesquecível. Misturando passado e presente num intricado quebra-cabeça, A linguagem das flores é essencialmente uma história de amor – entre mãe e filha, entre homem e mulher e, sobretudo, de amor-próprio.

dados-tecnicos

Título do livro: A Linguagem das Flores
Autor(a): Vanessa Diffenbaugh
Editora: Arqueiro

resenhando

sorteio-a-linguagem-das-flores-vanessa-diffenbaugh
Aqui no Brasil, o livro foi publicado pela Editora Arqueiro. Esse ano, eles lançaram outra edição deste best-seller com uma capa nova. Tanto a capa de 2011 (imagem acima) e as de 2015 (que está na sinopse) são lindas. Mas ainda prefiro a capa de 2011, com a flor de Gérbera, que significa Animação.

Mês passado, por virtude das comemorações do primeiro ano do Novo Romance, como eu já contei, fechamos parceria com a livraria ViverLendo. Na ocasião, recebemos alguns livros para resenhar e separamos alguns para o sorteio. Entre os livros que ganhamos, estavam dois exemplares da obra A Linguagem das Flores, da Vanessa Diffenbaugh, edição de 2011.

Imaginem como ficou meus olhos quando vi esse livro? Como já disse antes, tenho encanto por livros com nomes de flores e estações do ano. Quase deixei a proprietária da livraria falando sozinha e saí correndo para casa para devorar o livro. (risos).

Passado esse momento de ansiedade, tive a oportunidade de ler A linguagem das Flores, da Vanessa Diffenbaugh. A obra é muito bem escrita. É uma história cheia de reviravoltas. Os capítulos se intercalam entre presente e passado.  Assim, com cada capítulo do passado, acabamos descobrindo como a Victória se tornou a mulher que é: sozinha e com medo de afeto.

Nos capítulos que representam o passado, conhecemos a menina foi abandonada pela mãe ainda no nascimento. Todas as famílias que a adotaram a decepcionaram,. Assim, ela se tornou uma criança rebelde, que ninguém consegue controlar… uma menina que por medo de ser rejeitada não deixava ninguém se aproximar… uma garota que encontrou em Elizabeth, pessoa que lhe ensinou o que é ser filha e a se conectar ao mundo através das flores e seus significados. Porém, o medo da rejeição faz com que ela tome uma atitude que muda o resto da vida. No presente, aos 18 anos, ela não pode mais ficar sobre a tutela do Estado. Ela vai para as ruas em busca de sobrevivência. Nessa jornada, ela precisa enfrentar seu passado para se perdoar, pedir perdão, aprender a amar, parar de negar seus sentimentos para que assim, quem sabe, ela possa encontrar a felicidade.

É muito brilhante o que a autora fez. Através do seu interesse pelos significados das flores, escreveu uma história em que a personagem central da história só consegue expressar seus verdadeiros sentimentos através das flores.

Resumindo com o que aprendi no livro, afirmo que a obra A Linguagem das Flores é sobre Narciso-amarelo (recomeços). Sobre como uma jovem complicada aprende a amar e lutar por uma coisa que nunca teve: uma família.

Certamente é uma ótima opção de leitura. Fiquei completamente envolvida com a história da Victória, encantada com o significado das flores e me senti órfã quando terminei de ler a obra. Queria muito mais de Victória, das flores, do Grant, Elizabeth, Hazel, Renata e da Margareth.

Se eu fosse você daria uma oportunidade para essa obra.

Continue lendo sempre!! E participem do sorteio da edição de 2011 do livro A Linguagem das Flores, da Vanessa Diffenbaugh. Clique na imagem abaixo para ler o regulamento e participar.

Beijos, Fernanda D.

Sorteio de Aniversário do Novo Romance

(clique na imagem para ler o regulamento e participar)

sorteio-2-a-linguagem-das-flores

 

 

 

 

 

Fernanda Drumond

Leitora, resenhista, jornalista, profissional do marketing e futura escritora. Aquariana, sonhadora e idealista. Sou de Niterói/RJ, uma legítima papa goiaba. Mãe da Estrela, minha bagunceira de quatro patas. Nunca deixo de sair de casa sem minha carteira, meu óculos e meu kindle. Prefiro digital do que físico. Minha motivação de vida é ajudar as pessoas a escreverem suas histórias.

5 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.