Entrevista: Rebecca Donovan fala sobre Uma Razão para Respirar

becca-1-w-border-623x440O livro Uma Razão para Respirar, primeiro livro da série The Breathing,  da autora Rebecca Donovan,  chegou ao Brasil. A ficção do gênero New Adult, que deve virar uma série de filmes, apresenta para o público a história de Emma Thomas, uma menina que sofre violência doméstica e descobre no amor a razão para viver.

Rebecca Donovan é uma das best-sellers do USA Today. Começou sua carreira independentemente, pois não conseguia brecha no mercado editorial.  Com a trilogia The Breathing, ela conquistou críticas e fãs no mundo todo. Esse sucesso todo é comprovado, não apenas com número de vendas, mas pela mobilização nas redes sociais. Só no GoodReads, cerca de 100 mil leitores classificaram os livros da série (média de 4,3 estrelas) e há quase 9 mil resenhas escritas sobre a trilogia.

Em entrevista ao Novo Romance, Rebecca Donovan compartilha com a gente o processo de criação dos personagens de Uma Razão Para Respirar,  como ela se tornou uma autora conhecida internacionalmente e um pouquinho sobre seu novo livro What If.

Confira Abaixo!

entrevista

1 – Novo Romance: It is extremely difficult to read about Emma’s abuse in such gory detail, but it is also important to remember people that this kind abuse happens all the time, Emma is a survivor. During the process of writing, did you contact and talk to people who went through the same kind of abuse?

Rebecca Donovan: I graduated with a bachelor’s in psychology. Post-graduation, I worked with troubled teens, so I witnessed their situations first hand. It left an everlasting impression. This experience was an integral influence on the story.

Novo Romance: É extremamente difícil ler em ler tantos detalhes os abusos sofridos por Emma, mas é importante lembrar as pessoas que esse tipo de abuso acontece a todo momento. Emma é uma sobrevivente.  Durante o processo de escrita, você entrou em contato com pessoas que passaram pelo mesmo tipo de abuso?

Rebecca Donovan: Sou graduada em psicologia. Na minha pós-graduação, trabalhei com adolescentes problemáticos, então eu testemunhei muitos casos em primeira mão. Isso me marcou profundamente. Essa experiência tem uma influência integral na história.

2 – Novo Romance: Nothing about the characters is black and white, we questions ourselves while reading the book, why Sara and Evan did not talk to someone about what was happening to Emma, we cannot forgive George about being blind about this situation and there are no words to describe Carol – How did those characters come to live to you?

Rebecca Donovan: Before I can even touch my computer, I need to know the characters—inside and out. I have to understand their motivations, their personality and the way they think. They become as real to me as any person in my life. So everything they do has reasoning behind it, whether I choose to explain it or not.

Novo Romance: Nada sobre os personagens é preto no branco, nós nos questionamos enquanto lemos o livro, por que Sara e Evan não contaram para alguém o que estava acontecendo com Emma. Não podemos desculpar George por ser tão cego e não perceber essa situação e não há palavras para descrever Carol. Como esses personagens ganham vida para você?

Rebbeca Donovan: Antes de eu tocar no meu computador, eu preciso conhecer os personagens – por dentro e por fora. Preciso compreender suas motivações, personalidades e a maneira que eles pensam. Eles se tornam reais para mim que nem qualquer outra pessoa na minha vida. Então, tudo o que eles fazem tem uma razão por trás, independente se eu escolho explicar isso ou não.

 3 – Novo Romance: How did you decide to self-publish and how has it affected your career? How does a self-published writer become an international writer?

Rebecca Donovan: I wrote this story because I was compelled to do so. It was inside of me, and  it was too loud to be ignored. I wasn’t sure whether it was worth being read by others, so I had a close friend read it as I wrote. She loved it, and was eager for the next installment as I continued to develop the story. I then had about twenty random people, both friends and strangers, read it and they each had a very similar reaction to the story.

I never wanted to publish a book just to say that I did. I only wanted to publish because it was worthy of being read. And after attempting the traditional route initially, I researched self-publishing and elected to do that instead. I put it out there for the readers to decide the story’s worth, and their passion for it made the book a bestseller. Soon after I self-published Barely Breathing, I was contacted by a literary agency, Trident Media Group, and also a publisher. Trident was then able to expose this story to the rest of the world, for which I am very grateful!

Novo Romance: Como você decidiu ser escritora independente e como isso impactou na sua carreira? Como uma autora independente se torna uma escritora internacional?

Rebecca Donovan: Eu escrevi essa história porque fui forçada. Ela estava dentro de mim, e ela era barulhenta demais para ser ignorada. Eu não tinha certeza se merecia ser lida pelos outros, então uma amiga próxima foi lendo enquanto eu escrevia. Ela amou, e ficou ansiosa pela próxima parte enquanto eu desenvolvia a história. Depois, cerca de vinte pessoas aleatórias, amigos e estranhos, leram e eles tiveram reações parecidas sobre a história.

Nunca quis publicar um livro só para dizer que o fiz. Só quis porque ele valia a pena ser lido. Inicialmente procurei as formas tradicionais e depois procurei sobre autopublicação e optei por essa. Eu publiquei e deixei para que meus leitores decidissem se a história valeria a pena, e a paixão deles tornou o livro um best-seller. Logo depois de publicar Barely Breathing (Segundo livro da série), entrou em contato comigo a agência literária Tridente Media Group, também editora. Trident foi capaz de expor essa história para o mundo, por isso eu sou muito agradecida.

4 –Novo Romance What can we expect after the breathing series? What can we expect from WhatIf?

Rebecca Donovan: Although each story I write will reflect parts of me as an author, they will all be very different from each other. The voices heard should be distinct. What If cannot be compared to The Breathing Series. It’s distinct but beautiful in its own right.

The story is told from a twenty-year-old college guy’s point of view. Cal is easy to love. It took me a while to connect with him and to find his voice. But once I did, his wit made me laugh out loud, and I knew he was the perfect person to tell Nyelle’s story, because she’s unable to tell it herself. I don’t want to give too much away, but this story has touched me in a way I was not expecting.

Novo Romance: O que podemos esperar depois da série Breathing? O que podemos esperar da do livro What If?

Rebecca Donovan: Por mais que cada história que eu escreva reflita partes de mim como autora, elas são diferentes uma das outras. As vozes escutadas são distintas. What if não pode ser comparada com a trilogia Breathing. É diferente, mas bonitas em si mesmas.

A história é contada através do ponto de vista de um jovem de 20 anos de idade. Cal é fácil de amar. Demorou um pouco para eu me conectar com ele e encontrar sua voz. Uma vez que o fiz, sua perspicácia me fez gargalhar, sabia que ele seria o personagem perfeito para dar voz a história de Nyelle, pois ela não seria capaz de contar por si própria. Não quero revelar muito, mas essa história me tocou de uma maneira que não estava esperando.

5 – Novo Romance: Do you plan any book tours to promote Reason to Breathe in Brazil?

Rebecca Donovan: I do not currently have any plans to tour in Brazil. But everything’s possible…

 Novo Romance: Está prevista alguma turnê no Brasil para promover Uma Razão para Respirar?

Rebecca Donovan: Atualmente não tenho planos para divulgar o livro no Brasil. Mas tudo é possível…

 

Easy Related Posts

Entrevista: Babi A. Sette fala sobre seu romance

Entrevista: Babi A. Sette fala sobre seu romance

Entrevista com a autora Babi A Sette: Conheça mais sobre ela e o romance Entre ...read more

Entrevista: Colleen Hoover fala sobre Um Caso Perdido

Entrevista: Colleen Hoover fala sobre Um Caso Perdido

No mês de lançamento de Um Caso Perdido, Colleen Hoover concedeu uma entrevista para o ...read more

Novidades: Rebecca Donovan - Uma Razão para Respirar/Sorteio/Entrevista

Novidades: Rebecca Donovan - Uma Razão para Respirar/Sorteio/Entrevista

Fique atento as novidades de Uma Razão para Respirar, em breve teremos sorteio, entrevista, e ...read more

Jornalista. Moro em Niterói/RJ. Viciada em livros. Sempre acordo com olheiras, pois antes de dormir sempre penso “só mais um capítulo”. Em 2013, li cerca de 50 livros. Os que mais me marcaram foram “O lado bom da vida”, Tem Tiny Breaths, os das série Love me with lies, Breathing, Slammed e Hopeless. Para 2014, a meta é 70 livros.

11 Responses to Entrevista: Rebecca Donovan fala sobre Uma Razão para Respirar

  1. 1
    J. A. Santos says:

    Nunca tinha ouvido falar dessa série, e nem dessa autora. Caraca, para quem começou em carreira independente, conseguir 100 mil leitores no good. Parabéns a autora, pelo empenho. Tem post novo lá no blog, passa lá.

    Abraços,
    J. A. Santos.

  2. 2
    Bruna says:

    Não conhecia o livro e muito menos a autora, mais com a entrevista deu pra conhece-la um pouco e quem sabe eu venha a ler o livro
    Brubs
    contodeumlivro.blogspot.com.br

  3. 3
    Nany e Vih says:

    Nossa. Adorei a entrevista. Rebecca é uma autora que tem um começo inspirador. Gostei muito de saber mais sobre o processo de criação dela.
    Estão de parabéns pela entrevista.
    Beijos

    http://www.antesdos40.com.br

  4. 4

    Eu ainda não conhecia a autora nem sua obra, mas adorei saber um pouco mais de ambos.

    xoxo
    http://amigadaleitora.blogspot.com.br/

  5. 5

    Ola´,

    Passando aqui por indicação da Fernanda. Li Uma razão para respirar mês passado e me apaixonei por Emma e Evan. >.<
    Estou muito ansiosa pela continuação e já quero ler What if. comolidar?
    Parabéns pela entrevista meninas e sucesso.

    Beijos.

  6. 6
    Priscila Carvalho says:

    Não vejo a hora de ler “Uma razão para respirar”! Me falaram que é bem profundo!

  7. 7
    Lana da Silva Antonio says:

    Estou terminando de ler o ultimo livro da Trilogia Uma Razão Para Respirar e posso te dizer que amei do começo ao fim, um livro que me cativou e que me fez enxerga as pessoas que vive ao meu lado de uma forma diferente, espero que o próximo livro dela seja tão bom quando essa trilogia, e espero que não demore tanto para chegar ao Brasil, estou estudando psicologia, e eu não sabia que ela era formada nessa área, espero que a psicologia também me traga muitas inspiração para que eu possa escrever futuramente um livro que faça sucesso como o dela.
    Fernanda temos gosto literários muito comuns poderíamos ser amigas, adorei a entrevista…. Beijos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Lana, eu fiquei muito envolvida tb com os livros. Ano passado ela lançou nos EUA a novela What If. Ainda não tenho notícias de publicação aqui no Brasil. Esse ano ela tem previsão de lançar nos EUA o primeiro livro da série Burning. Estou ansiosa por ele.
Tenho certeza que poderemos trocar muitas dicar literárias, visto que temos gostos parecidos (risos). É sempre bom ter amigos que amam ler um novo romance. ;))))
Você pode acompanhar melhor minhas leituras pelo GoodReads, https://www.goodreads.com/user/show/21228226-fernanda-drumond
Uso pouco o Skoob, mas estou nele também: http://www.skoob.com.br/usuario/1014523
bjs, Fernanda D